domingo, 8 de novembro de 2009

Dividiu, separou. Depois caiu


Não seria diferente. De símbolo, virou cicatriz, curiosidade, souvenir. Lembrança.


Foto: Henri Cartier-Bresson

O muro separou alemães, a Europa, o Mundo por quase três décadas. Ícone da  Guerra-Fria e também de seu fim. Um marco na história, como a tomada de Constantinopla ou a queda da Bastilha. O fim de uma era e início de outra. É o que se observa desde 1989. O comunismo europeu e soviético já andava mal das pernas. Mas o inicio do fim aconteceu por distração. Um porta-voz comunista garante a permissão imediata e sem repressão para visitas ao mundo capitalista. Milhares cruzaram para o outro lado. A queda do muro começou quando o primeiro alemão oriental cruzou Brandenburg, sem dar satisfação a ninguém. Ou será que foi no começo? Em Agosto de 1961. Quando um soldado de 19 anos não hesita em saltar para o tão próximo e livre Ocidente, no terceiro dia de construção do muro.


Imagem: Peter Leibing 




Um comentário:

marcelo dalla disse...

Tô adorando o blog, querido!!! Este post tá excelente. Vou linkar seu blog na minha lista de favoritos.
kisses