segunda-feira, 17 de março de 2008

Coisas da Vida



O capítulo final de Páginas da Vida rendeu 53 pontos de audiência na Grande São Paulo. Do total de aparelhos ligados, 76% estavam sintonizados na Globo. Um sucesso. O depoimento de Nely Passos foi escolhido para ser mostrado naquele dia. Expectativa na sala, cheia de parentes e amigos.
Num depoimento de 90 minutos falou que só depois de mitos anos, descobriu o prazer ao se masturbar. Apenas isso foi levado ao ar. Falou de outras coisas, talvez tão maravilhosas e cotidianas, vividas por qualquer um de nós.
Ninguém amparou ou defendeu Nely. Nem sexólogos, feministas clássicas, diretores ou jabores de plantão. Ninguém. Sua verdade editada virou curiosidade, motivo de chacota e de escárnio. Incompreensão total.
Mas as páginas de sua vida foram apagadas. A fita re-utilizada em outra gravação. Quem sabe?
A reação deveria ser diferente. Uma mulher comum descobrindo o prazer. A sinceridade de Nely merece nossa homenagem. Merece um pedido humilde de desculpas da Globo, da Nação.
Eu, pelo menos, mando um beijo carinhoso.

Ronaldo Cooper

Um comentário:

Adilson disse...

é a globo com Q de qualidade.
C' est la merde, como dizem os franceses.
C' est vraiment la merde!!!